Seja bem vindo ao Gyllenhaalics, um blog totalmente dedicado ao ator Jake Gyllenhaal, que é conhecido por grandes filmes como Donnie Darko, Soldado Anônimo, O Segredo de Brokeback Mountain, Zodíaco, O Abutre e muitos outros. Obrigado pela visita e aproveite!

Vídeo: entrevista com Jake Gyllenhaal e Hugh Jackman

Pequena entrevista com Jake e Hugh Jackman:



Em Prisoners , Hugh Jackman interpreta um carpinteiro de uma cidade pequena cuja filha desaparece misteriosamente em uma tarde de no dia de Ação de Graças. Jackman falou ao ET Canadá que é um cenário que mesmo aqueles que não são pais vão achar que é aterrorizante. "Há algo elementar sobre a relação pai / filho. Assim como o caso Ariel Castro, ele agarra a todos. Se você é um pai ou não, isso dá um aperto em você", diz Jackman.

Prisoners teve sua estréia mundial na semana passada no Festival de Cinema de Telluride, onde foi recebido com elogios que o comparou à Silêncio dos Inocentes e Sobre meninos e Lobos . Os críticos foram especialmente impressionado com o quão não convencional foi o final do filme. É um final que o colega de Hugh, Jake Gyllenhaal, que interpreta o detetive designado para encontrar a menina desaparecida, é particularmente orgulhoso. "Eu acho que este filme é incrível, e estou muito animado com o final. É difícil um filme terminar com a forma como este filme termina", diz Gyllenhaal.

Como o elenco ficar sã trabalhando com um material tão pessimista? Jackman credita tudo a seus filhos, o mais velho dos quais foi recentemente visto ostentando uma tatuagem do Wolverine. Perguntado sobre como ele se sente sobre a tatuagem, Jackman disse ao ET Canadá: "Eu não me lembro de ir à escola e dizer" Meu pai é um contador! Então, sim, é legal ver seu filho ter orgulho do que você faz. "

Fonte: IHJ e ET

Dennis Villeneuve fala sobre Jake Gyllenhaal

O diretor de Prisoners e Enemy, Denis Villeneuve, falou sobre como foi trabalhar com Jake Gyllenhaal:



Prisoners marca a segunda colaboração de Gyllenhaal com Villeneuve, junto com Enemy, que também está em TIFF. O ator também explora novos territórios, alternando entre o policial difícil, um jovem fora de sua profundidade e um homem comum e solidário.

"Nós nos conectamos rapidamente", disse Villeneuve. "Nós temos um monte de coisas em comum, como artistas e homens. Nos tornamos, muito rapidamente, amigos íntimos. Nosso relacionamento nasceu da vontade de ver a verdade e ser autêntico. Nós somos honestos (um com o outro), como irmãos.

"Foi um pouco assustador para a equipe de filmagem, pois podemos dizer coisas duras um para o outro, ficar com raiva e gritar um com o outro, se odiar, para depois amar outra vez. Mas nós amamos trabalhar tanto em Enemy que eu senti que havia uma chance de ir muito mais longe com Prisoners."

Fonte: montrealgazette.com



Nenhum comentário:

Postar um comentário