Seja bem vindo ao Gyllenhaalics, um blog totalmente dedicado ao ator Jake Gyllenhaal, que é conhecido por grandes filmes como Donnie Darko, Soldado Anônimo, O Segredo de Brokeback Mountain, Zodíaco, O Abutre e muitos outros. Obrigado pela visita e aproveite!

Entrevista sobre Love And The Other Drugs

Jake Gylenhaal foi entrevistado pela revista ELLE Magazine, mas dessa vez foi sobre o filme Love And The Other Drugs. A entrevista foi realizada em Montreal, quando Jake estava gravando Source Code:



Há um momento na carreira de um jovem ator, quando ele começa a possuir seu próprio tamanho ", diz o diretor Edward Zwick. "Quando ele deixa de ser objeto ou ingênuo e passa a ser aquele cara." Esse cara em questão é Jake Gyllenhaal, que é protagonista da comédia dramática de Zwick, Love And The Other Drugs, que terá estréia em novembro. Sim, alguma reorientação mental está em ordem aqui. Gyllenhaal atuou sério (um jovem The Rocketeer em October Sky, em 1999) e sério e assustador (em Donnie Darko, dois anos depois). Ele foi o doce menino de Catherine Keener no Lovely & Amazing e de Jennifer Aniston em Por Um Sentido na Vida ("Seus lábios são realmente carnudos como de uma mulher e seus olhos olham sempre triste", Jen relembra). E há uma grande história de amor em seu currículo, Brokeback Mountain, que tem Gyllenhaal no papel estereotipado feminino do amante ofendido que quer passar mais tempo com o seu homem. Zwick diz, fazendo seu melhor para aumentar as expectativas, enquanto me preparo para encontrar Gyllenhaal em Montreal (ele está gravando um thriller sci-fi, Source Code): "Eu acho que você vai estar vendo aspectos dele que ninguém jamais viu antes. "

O que fazer com Jake? Um absurdamente grandes olhos azuis e rosto com queixo quadrado do outro lado da mesa de um café no bairro histórico Old Montreal sugere um jovem Clooney ou Hamm em sua pulcritude masculina. Gyllenhaal vem de uma família do show bizz, uma mãe roteirista, Naomi Foner (Losing Isaiah), um pai diretor, Stephen Gyllenhaal (Waterland), e depois há sua irmã, Maggie. Três anos mais velha, ela foi a primeira a atuar, a primeira a "correr" para atingir um objetivo longe da família. "Eu era o velocista", disse Jake. "Eu tinha 100 metros para chegar onde deveria chegar, então eu fiquei como um palhaço de classe, e eu continuo a ser, eu suspeito." Ei, ele interpretou o filho de Billy Crystal em Amigos Sempre Amigos!

Mas Jake Gyllenhaal foi claramente bem educado. "Eu não quero perder tempo conversando com alguém que está apenas na minha frente", diz ele (para mim, eu tenho certeza), ao sentar-se para almoçar ", porque eu fiz isso e isso me faz sentir uma merda. Eu gostaria de saber um pouco sobre a pessoa com quem estou conversando, porque eu poderia sair pela porta e ser atropelado por um carro. Ou você pode. "

No lugar do narcisismo que você poderia esperar, Gyllenhaal parece ter um impulso agressivo beatífico para conectar-se com tudo e todos ao seu redor, como se ele acabou de deixar um salão de baile em um seminário de potencial humano.

"Ele é uma pessoa verdadeira com quem você gostaria de tomar café da manhã todos os dias" Anne Hathaway diz mais tarde. "Muitos atores só sabem ser verdadeiros quando a câmera está rolando, mas Jake é inacreditavelmente quente e aberto e acolhedor. Não é nenhum erro porque ele é tão encantador na tela. "Ela deve saber, embora em Brokeback, o personagem de Gyllenhaal não queria estar ao redor de Hathaway, pois queria estar com Heath Ledger nas montanhas. (Apesar de Ledger e Michelle Williams estarem começando uma paixão ", Jake e eu estávamos conversando sobre Os Simpsons.") Mas am Love And The Other Drugs, Gyllenhaal e Hathaway levar a química na tela em uma direção claramente hetero.

"Eu a atraí para fazer o filme, dizendo que Brokeback não foi a nossa história de amor, e esta deveria ser", diz ele em uma admissão de charme tático. Ele é um grande representante de laboratório farmacêutico, ela é uma artista nas fases iniciais da doença de Parkinson, e eles se apaixonam, expondo pelo menos tanta carne como Gyllenhaal fez em sua dança seminua em Soldado Anônimo. "Estamos indo para aprender as partes difíceis, sujas , ásperas de nós mesmos e compartilhá-las ao mesmo tempo," é como ele descreve sua abordagem dramática. "Jake mostra vulnerabilidade", diz Hathaway. "Ele não tem medo disso."


Fonte: ELLE

Nenhum comentário:

Postar um comentário