Seja bem vindo ao Gyllenhaalics, um blog totalmente dedicado ao ator Jake Gyllenhaal, que é conhecido por grandes filmes como Donnie Darko, Soldado Anônimo, O Segredo de Brokeback Mountain, Zodíaco, O Abutre e muitos outros. Obrigado pela visita e aproveite!

Jake Gyllenhaal fala sobre End of Watch

Durante o Festival de Toronto, Jake Gyllenhaal conversou com o site Movieline sobre End of Watch (Marcados Para Morrer):


Bem recebido pelo público em Toronto, End of Watch exigiu um treinamento rigoroso de Jake Gyllenhaal e Michael Peña. Além de treinamento em artes marciais, ambos os atores tiveram que acompanhar policiais durante patrulhas reais pelas ruas de Los Angeles.

"Na minha primeira patrulha uma pessoa foi assassinada na minha frente, diz Gyllenhaal em Toronto. "Havia um outro oficial, inicialmente em cena. E eu ainda estava na frente do perigo. Houve momentos durante esses passeios que eu estava com medo. Fiquei espantado com a forma como a LAPD tomou conta de nós. Quando você está no banco de trás, a responsabilidade é maior e eu e Michael[Peña] estávamos cientes disso."

"Para mim, este filme foi uma viagem", disse Gyllenhaal, que também tem crédito de produtor executivo do filme. "Passei cinco meses me preparando para esta parte. Patrulhei com a LAPD duas ou três vezes por semana e fiz treinamento tático duas vezes por semana, e vivia formando munições, bem como treinamento em artes marciais todas as manhãs. Foi uma viagem interna para mim. Eu não prestava atenção ao mundo exterior... Tudo era um passeio interno para mim. Eu consequentemente fiz algumas amizades que são meus amigos mais próximos no momento."

A química entre Gyllenhaal e Peña é o ponto central do filme. Houve um burburinho em Toronto de que os dois não se deram bem durante as filmagens, mas Jake disse que o vínculo entre eles foi algo que ele fez um esforço para construir e que está feliz que a química é visível na tela.

"Estou muito orgulhoso da relação entre Michael e eu. Isso levou muito tempo para construir", disse Gyllenhaal. "Neste momento da minha vida, o meu foco é o trabalho. Isso é o que importa para mim mais do que qualquer coisa. Os resultados disso são o que são; Este filme foi diferente de tudo que já experimentei."

Junto com a patrulha, ambos treinanaram artes marciais e com munição de verdade.

Todas as manhãs, Michael e eu íamos para um dojo em Echo Park e lutávamos com essas crianças. Eles tinham entre 14 e 20 e eles me bateram com toda força. Michael é um lutador muito melhor do que eu", admitiu.

Fonte: Movieline

Entrevista sobre If There Is I Haven't Found It Yet:

O vídeo mostra entrevista com a equipe e elenco da peça:


Não há nada de novo. Jake diz que a peça é extraordinária por si e que Nick Payne é talentoso e que infelizmente os americanos não o conhecem, mas que agora vão conhecer. Falou o mesmo que ele disse em outras entrevistas.
Mas vale pelas imagens!




Nenhum comentário:

Postar um comentário